top of page
  • Foto do escritorCris Jardim

Você já comprou um vinho pelo rótulo?

Rótulos coloridos, divertidos e descolados ganham cada vez mais espaço no mercado


Quem nunca comprou um livro pela capa? Um chocolate pela embalagem? Um artigo de cozinha pelo design arrojado? Com o vinho não é diferente. Há quem acredite que os rótulos das garrafas são como capas de livro: capazes de chamar a atenção para o que tem dentro da garrafa e conquistar o consumidor. Vinhos divertidos, com rótulos coloridos, descolados e modernos vêm ganhando cada vez mais espaço nas prateleiras. É cada vez mais comum esbarrar com um desses seja em mercados, lojas ou restaurantes.

A DUE Brasília, trabalha com variadas vinícolas e possui vários desses vinhos que encantam com seus rótulos coloridos, ousados, pouco comuns e chamativos.

Um dos vinhos que encanta os consumidores é o espanhol La Vache Espagnole. Da região de Jumila, o tinto é feito com 100% Tempranillo, é um vinho macio e encorpado com taninos suaves, bem fácil de agradar. Tem também o branco, feito com a uva Macabeo. Daqueles vinhos para o dia-a-dia, bom para curtir uma piscina no fim de semana.

Outro vinho que vem conquistando seu espaço é o português Da Pipa. Tanto a versão em tinto, que traz um blend: 40% Baga, 40% Touriga-Nacional e 20% Aragonez, quanto branco, composto pelas uvas Maria-Gomes (80%) e Bica (20%). Também comum rótulo bem descontraído, esses vinhos da região de Cantanhede em Portugal, prometem conquistar seu lugar no mercado, já que são uma excelente companhia para as refeições do dia-a-dia e chegam com preços acessíveis.

Falando em vinhos portugueses, muitos deles já seguem essa pegada de rótulos chamativos. Dois fenômenos de vendas aqui no Brasil, são o Porta 6 e o Julia Florista, ambos também da DUE aqui em Brasília.




O Porta 6, traz em seu rótulo divertido, imagem que retrata uma cena fiel de Lisboa, pintada pelo artista plástico Hauke Vagt. Com o Júlia Florista não é diferente, o vinho chamado de BBB, bom, bonito e barato, já caiu no gosto do brasiliense. O rótulo traz estampada uma fadista que cantava pelas ruas da velha Lisboa, em tascas e nas casas aristocráticas.

Para Rogério Santos, proprietário da DUE Brasília e há mais de 20 anos no mercado de bebidas, “a imagem ganha peso cada vez maior. O produto precisa chamar atenção do consumidor”, comenta.

Rogério ressalta ainda que vivemos em tempos de mídias sociais a todo vapor e que o rótulo instagramável, capaz de gerar likes e comentários, está cada vez mais comum.

E você, qual desses rótulos vai abrir hoje para curtir com uma tábua de frios, queijos leves, antepastos e até mesmo assistindo um filme ou série em casa? Fotos: reprodução


Comments


bottom of page