• Cris Jardim

Temporada de Inverno chega ano Bistrot de Paris

A temporada mais esperada do Bistrot de Paris está chegando! Com a chegada do frio, o Chef Alain Poletto resgata as suas receitas do coração: as especialidades de sua terra natal, a região de Haute-Savoie na França. “Nós trazemos para o menu a verdadeira fondue francesa, com um blend secreto do chef, além de toda a estrutura para se servir a Raclette, com as máquinas importadas da França, as técnicas e os ingredientes artesanais de uma Tartiflette e uma Sopa de Sebola como se servem nos bistros parisienses ” completa o chef.



Começando pelas estrelas da temporada, o Bistrot de Paris apresenta três sugestões de fondues: Au Fromage Originale Arrosée au Kirsh (R$ 95 / por pessoa), clássica fondue suave com blende secreto do chef que leva os queijos Appenzeller, Emmenthal, Gruyèr, além de um toque de vinho branco e Kirsch; Fondue au Fromage et Planche de charcureries (R$109) de queijo acompanhada de tábuas de frios selecionados e uma opção doce, a Fondue au Chocolate, fruits de saison et Madeleines (R$ 46 / por pessoa) de chocolate meio amargo com frutas da estação e madeleines.


A Soupe à L´Oignon, é uma receita clássica de sopa de cebola servida com massa folhada (R$59) que chega ao menu carregada de boas memórias do chef. “Na França, temos essa tradição: quando saímos de festas em que tomamos bebida alcóolica, depois precisamos de uma boa sopa de cebola para ganhar uma ‘segunda vida’ durante a noite. Essa receita é para mim sinônimo de tradição da minha família, tradição francesa e de festas que tomamos com os amigos trazendo uma certa felicidade no fim da noite”, compartilha o chef.


A famosa Tartiflette du Savoyard (R$ 76) é uma daquelas receitas que aquece a alma e coração de quem vive nas montanhas de Haute-Savoie. Agora disponível no menu do Bistrot de Paris, essa é uma receita onde cada ingrediente tem um sentido: o reblochon derretido e gratinado fornece energia, as batatas cozidas harmonizam com a gordura do queijo, e bacon caseiro é a proteína que faltava para fazer um alimento perfeito.


Servida exatamente como nas mesas francesas, a Raclette Traditionnelle (R$ 108 / por pessoa) conta com o tradicional ritual de queijo raclette derretido acompanhados por batatas cozidas, tábua de frios selecionados: viande des Grisons, presunto cru, lombo defumado e calabresa apimentada, cornichons, mini cebola e baguete. “O nome Raclette é derivado do verbo francês racler, que significa raspar. Em sua forma clássica de servir esse prato, uma máquina especial importada da França aquece perfeitamente o queijo para que ele derreta, forme uma casquinha crocante e o cliente possa raspar com cuidado essa delícia em cima das suas batatas, como eu mesmo fazia com minha família e meus amigos numa noite fria” conta o chef Alain Poletto.

Para completar a experiência de inverno, o cliente pode pedir ao chef Alain uma tacinha de chèvre artesanal para finalizar a refeição, um daqueles segredinhos que o chef prepara na sua cozinha e serve como uma gentileza para que todos sintam o clima de acolhimento da sua terra natal.

Sobre o Bistrot de Paris

Na Villa San Pietro, escondida no meio da agitação dos Jardins, o Bistrot de Paris foi repensado em todos os detalhes para se tornar um autêntico bistrot francês e oferecer uma verdadeira experiência de bistronomia. Pautado por sua vivência, o sócio-chef Alain Poletto, assina o cardápio de clássicos incontornáveis, o que reforça ainda mais seus laços com a verdadeira cozinha francesa com pratos como o magret de pato aux fruits rouges, Bœuf Bourguignon, steak tartare e confit de pato, entre outros. Isso tudo sem deixar de lado seu lado criativo com sugestões especiais servidas todos os dias, resultado de uma cozinha autoral. “Quero trazer de volta as letras de grandeza aos ingredientes menos nobres, valorizada com a técnica e o savoir faire, da alta gastronomia”, explica Alain. A filosofia do restaurante é de muito rigor nos bastidores: a origem e a sazonalidade dos produtos, a seleção das receitas seguindo técnicas clássicas, o serviço atencioso e a completa carta de vinhos com forte representatividade francesa e excelentes opções em taça. A decoração também apresenta roupagem característica. A fachada com seus detalhes é uma passagem à França, o salão principal traz estofado vermelho com suas típicas barras de latão; gravuras originais das décadas de 1920 e 1930, incluindo o passo a passo de como se apreciar um bom vinho, de Charles Martin, e os desenhos do célebre ilustrador francês (e amante de Coco Chanel), Paul Iribe.

Serviço: Rua Augusta, 2542 - Jardim Paulista – tel.: (11) 3063-1675


Fotos: divulgação