top of page
  • Foto do escritorCris Jardim

Winemaker aposta na personalização para elaborar vinhos via financiamento coletivo

Portfólio da Passio receberá dois novos rótulos em maio


Imagine participar ativamente da elaboração de um vinho, desde a escolha das variedades de uvas à decisão sobre o tempo de amadurecimento em barrica, para depois saborear a bebida em uma festa entre amigos ou em um jantar romântico. Essa é a proposta do winemaker gaúcho Adriano Roessler Viana, idealizador e sócio administrativo da Passio. Criada em 2021, a empresa elabora rótulos selecionados, explorando o terroir de três regiões vinícolas do Rio Grande do Sul (Serra Gaúcha, Campanha e Serra do Sudeste), com foco no público de confrarias, hotéis-boutique, famílias, restaurantes e eventos corporativos.

O projeto teve início durante a pandemia, quando Adriano, geólogo de formação trabalhando há 36 anos na Petrobras, voltou do Rio de Janeiro para um período de home office em Porto Alegre, sua terra natal. “Tive a oportunidade de conhecer Santana do Livramento e, de cara, me apaixonei pela paisagem da Campanha Gaúcha. É um ambiente realmente espetacular, com aquelas coxilhas, cercadas de vinhedos e olivais. Voltei de lá querendo comprar um campo e plantar meu próprio vinhedo, sem imaginar o que isso acarretava em termos de investimentos”, recorda o empresário.


O winemaker Adriano Viana elabora rótulos que expressam os terroirs do Rio Grande do Sul.

Sem a possibilidade de investir sozinho no cultivo de uvas, tampouco nos equipamentos necessários para o processo de vinificação, o geólogo saiu em busca de parceiros. Foi então que conheceu Giovanni Ferrari, enólogo da vinícola ArteViva, que logo demonstrou interesse pela ideia e aceitou elaborar os vinhos da Passio em sua estrutura produtiva, na cidade de Bento Gonçalves (RS).


“Me ocorreu que eu poderia compartilhar o risco de produção. Foi aí que eu chamei o pessoal da Confraria da Lua Cheia para o jogo. Desde 2017, me reúno com outros cinco amigos da Petrobras, sempre nas semanas de lua cheia. A gente procura um restaurante com terraço ou varanda, para curtir a Lua, tomar vinho e bater um papo. Então eu ofereci para os confrades a ideia de fazer um rótulo exclusivo para o nosso consumo. Foi assim que elaboramos nossos primeiros vinhos”, conta Adriano.


O portfólio da Passio conta, atualmente, com cinco rótulos, com produção média de 3,2 mil garrafas ao ano.

Lançamentos em maio

Além dos produtos que já compõem o portfólio da empresa, dois novos rótulos chegam aos consumidores em maio. Um deles é o 33S-45N, nome que faz referência aos 33 graus de latitude Sul, onde fica Mendoza, na Argentina, e aos 45 graus de latitude Norte, onde se situa Bordeaux, na França. O produto é elaborado combinando 50% de Cabernet Sauvignon, cultivada em Santana do Livramento, e 50% de Malbec do Vale dos Vinhedos. O resultado é um vinho com aroma suculento de frutas vermelhas, associado a notas de tabaco, pimenta preta, trufas e especiarias, de cor rubi profunda.


“Passio é o latim de paixão. É o que a gente quer transmitir nos produtos: a paixão pela história do vinho, a paixão de quem está envolvido no processo de elaboração e também de quem degusta a bebida. Por isso o foco é sempre trazer vinhos diferenciados. Nossos tintos são sempre de corte, com essa pegada de oferecer o prazer de uma bebida elegante”, resume Adriano.


O segundo rótulo a ser lançado em maio é o 3 Terroirs, que traz um acento brasileiro para uma combinação que une o vigor dos vinhos do Napa Valley, na Califórnia, com a riqueza aromática dos vinhos uruguaios. O corte foi feito com Cabernet Sauvignon (80%), Tannat (8%), Marselan (7%) e Malbec (5%), combinando os terroirs da Campanha Gaúcha, do Vale dos Vinhedos e da Serra do Sudeste. “Essa diversidade geológica do Rio Grande do Sul confere características particulares para cada terroir, tornando esse vinho bastante robusto e complexo”, salienta o winemaker.

Os interessados em adquirir as cotas remanescentes da vinificação colaborativa podem aderir a uma das quatro modalidades: 10-20 garrafas; 21-30 garrafas; 31-50 garrafas; e 51-300 garrafas. Os valores são promocionais, até 55% abaixo do preço final de venda. Para adquirir uma cota do financiamento, basta entrar em contato pelo site somospassio.com.br ou pelo perfil do Instagram @somospassio. Também é possível fazer contato por meio do WhatsApp (51) 99897-1408.


Além de tintos e brancos, portfólio da Passio conta espumante elaborado pelo método ancestral.

Portfólio de vinhos e histórias

A coleção inaugural da Passio, batizada de Confraria da Lua Cheia, é formada por quatro rótulos. O primeiro é o Tinto Premium (2021), que surpreendeu Adriano por conquistar medalha de ouro e 92 pontos no Concurso Internacional de Vinos y Licores, de Mendoza, na Argentina. O vinho possui coloração púrpura profunda e é elaborado com uma seleção de castas da Campanha e Serra Gaúcha (Tannat, Marselan, Cabernet Franc, Merlot e Alicante Bouschet), que conferem aroma de compotas e especiarias, com paladar persistente, mas elegante.


O segundo rótulo é o Riesling 2021, vinho de coloração amarelo suave e tons esverdeados. A passagem por barris de acácia realça as notas herbáceas e a longevidade no paladar. As uvas utilizadas na elaboração do produto foram coletadas manualmente em parcelas cultivadas no município de Garibaldi, Serra Gaúcha. Há também o Tinto Super Premium (2021), um assemblage de uvas Syrah, cultivadas no Vale dos Vinhedos, e Marselan, vindas da Campanha Gaúcha. A combinação das castas, aliadas aos 12 meses de passagem em carvalho francês, resultou em um produto com grande estrutura e riqueza aromática.


Por fim, há o Espumante Nature Blanc de Blancs, elaborado pelo método ancestral a partir de uvas Chardonnay de vinhedos selecionados de Pinto Bandeira, na Serra Gaúcha. De coloração amarelo dourado luminescente, o produto alia frescor e personalidade, com perlage fino e persistente, aromas florais e de frutas brancas. No paladar, apresenta frescor e cremosidade.


Completa o portfólio o vinho Avelino, da recém-criada Coleção Protagonistas. Elaborado para celebrar os 90 anos de Avelino Viana, pai de Adriano, o produto traz complexidade, jovialidade e acolhimento, características do patriarca dos Viana expressas em forma de vinho. A bebida é um corte de Merlot (70%) de Cotiporã, na Serra Gaúcha, Cabernet Sauvignon (25%), de Santana do Livramento, na Campanha, e Malbec (5%), do Vale dos Vinhedos.

Sobre a Passio

Fundada pelo geólogo Adriano Roessler Viana, a Passio é uma comunidade para amantes da enologia. Desde 2021, a empresa cria e oferece rótulos selecionados e diversificados, em que a complexidade e as características dos cortes se mostram atrativos à parte. Os vinhos são elaborados especialmente para confrarias, hotéis-boutique, famílias, restaurantes, eventos e empresas. Para além de um e-commerce tradicional, o projeto nasceu para compartilhar memórias e construir novas histórias, harmonizando vinho e paixão.


Foto1: João Marinho Campos

Foto2 : Adriano Viana.

1 commento


claudefaugeres
25 ago 2023

Querida investir en sua empresa vinicola. Como fazer ?

Mi piace
bottom of page