top of page
  • Foto do escritorCris Jardim

Nesta Páscoa, escolha um vinho à altura da sua receita de bacalhau

Sommelière apresenta dicas para harmonizar a bebida com o sabor intenso do peixe mais consumido na data comemorativa

O almoço de Páscoa é uma oportunidade para reunir a família e apreciar receitas clássicas e sobremesas deliciosas. Para dar um toque especial à ocasião, a sommelière da Wine, Thamirys Schneider, selecionou algumas dicas práticas para harmonizar pratos salgados preparados à base de bacalhau com vinhos.


“O bacalhau é um peixe mais estruturado, levemente gordo e com boa presença de fibras, por isso, traz a possibilidade de ser harmonizado com um vinho tinto. Porém, é importante ter atenção ao corte do bacalhau e seus acompanhamentos para propor a harmonização. O lombo, por ser a parte central do peixe, oferece postas mais espessas, suculentas e nobres, que costumam ser grelhadas ou assadas e podem ser perfeitamente harmonizadas com vinhos tintos. Por outro lado, quando a receita escolhida for mais leve, como é o caso de preparos com lascas de bacalhau ou o bacalhau desfiado, vale apostar em vinhos brancos, rosés e espumantes”, destaca a sommelière da Wine.


Agora, confira a seguir algumas recomendações para escolher o vinho ideal para cada preparo tradicional com bacalhau:


Lombo de Bacalhau à Lagareiro

Bacalhau à Lagareiro é uma receita bem tradicional da Páscoa. Assado com azeite, na companhia de batatas ao murro e alho, ganha ainda mais frescor quando acompanhado com ervilhas tortas e azeitonas pretas, acompanhamentos mais intensos que dão mais sabor ao prato. O lombo é um corte mais fibroso e estruturado que suporta um vinho tinto de corpo leve à médio, com taninos redondos e boa acidez que ajuda a romper as fibras e deixar a mastigação mais macia. Uma boa dica é apostar na harmonização por regionalidade. Em Portugal, principalmente na Bairrada e no Douro, é comum harmonizar vinhos tintos com as características citadas acima com pratos com bacalhau. O exemplar Pedro Teixeira Colheita Selecionada Bairrada D.O.C 2020 deixará essa harmonização irresistível. “Este vinho é feito com uvas de vinhedos localizados na D.O.C. Bairrada, uma zona geográfica excepcional com terroir especial mais ao norte de Portugal que tem influência direta do Oceano Atlântico e traz características de clima e solo que fazem dela uma região singular”, diz Thamirys. O renomado enólogo Osvaldo Amado apresenta neste exemplar um blend entre as uvas Baga, Aragonez e Touriga Nacional, espécies clássicas no país. O amadurecimento de seis meses em barricas de carvalho acrescenta uma boa complexidade ao rótulo, que encanta desde o momento que entra na taça. É um delicioso tinto com perfil jovem e descomplicado!


Bacalhoada

Outro prato clássico dos almoços de Páscoa é a Bacalhoada. Feita com postas de bacalhau dessalgada e em pedaços, batata, azeite, tomate, cebola, pimentões vermelho, verde e amarelo, ovos, azeitona e cheiro-verde, esse prato possibilita diversas harmonizações. Pode ser acompanhado de um vinho branco mais volumoso no paladar, um rosé e até um tinto leve, com taninos sutis e acidez vibrante, como os vinhos de Pinot Noir de clima frio. Por conter uma grande variedade de acompanhamentos que trazem frescor ao prato, como a presença dos ovos e muito azeite, o Espumante Partridge Stars Brut faz um ótimo par, pois é elaborado com uvas Chardonnay (80%) e Pinot Noir (20%) que passam 8 meses sobre as borras, o que agrega maior complexidade às suas notas, bem como cremosidade e volume no paladar. É, portanto, um vinho delicado, mas delicioso por ter boa presença na boca, fresco, frutado e com discreto toque de pão.


Bacalhau com natas

Esta é uma receita muito cremosa e simples que surpreende quem a experimenta. Composta basicamente por pedaços de bacalhau dessalgado, leite, nata (ou creme de leite fresco), azeite, cebola, alho, sal e temperos verdes frescos a gosto, é finalizada com queijo e vai ao forno rapidamente para gratinar. Como a presença do leite e da nata dá mais untuosidade ao prato, para equilibrar, opte por um vinho branco com acidez média para alta para ajudar a limpar o paladar. É importante, também, que este vinho branco tenha mais corpo e volume para acompanhar a estrutura do prato. Logo, se este exemplar tiver breve passagem por barrica ou ficou em tanques com suas borras, será uma escolha ainda mais certeira. O Quinta Las Cabras Reserva Chardonnay 2021 é uma boa pedida pois 35% de sua composição passa seis meses em carvalho francês na companhia de suas borras, o que agrega maior volume, cremosidade e complexidade em aromas e sabores, além de exaltar seu frescor.


Arroz de Bacalhau

De origem ibérica e muito consumido no período da Quaresma, o Arroz de Bacalhau é um prato bem completo. Preparado com lascas de bacalhau, arroz, tomate, pimentão, cebola, azeite, tomate, alho, azeitona, especiarias, além de muitos temperos verdes frescos, é uma receita suculenta e muito saborosa. Dessa forma, apresenta frescor, uma acidez mais ressaltada e toques sutilmente adocicados, geralmente provenientes de páprica doce e pimentões vermelho e amarelo. Por tamanha diversidade na receita, a recomendação é optar por um vinho rosé bastante frutado, com acidez mais vibrante, para somar às características do prato. O exemplar Boca mar Regional Algarve Rosé 2021 foi elaborado com as uvas Syrah e Touriga Nacional de vinhas da renomada vinícola Casa Santos Lima localizadas em Tavira, uma pequena cidade na costa de Algarve, no extremo sul de Portugal. A região do Algarve encanta com as suas paisagens de sonho, clima ameno tipicamente mediterrâneo, suaves montanhas, proximidade do mar e solos argilo-calcários que proporcionam excelentes condições para a produção de uvas de qualidade em vinhos macios, aveludados e frutados. Este é um rosé expressivamente frutado nos aromas e paladar, é leve e saboroso. Na boca, sente-se toques minerais que revelam a proximidade do mar do seu terroir. Um vinho refrescante.


Sobre a Wine

A Wine foi fundada em 2008, com a missão de conectar pessoas por meio da paixão pelo vinho. A empresa, que já nasceu online há 14 anos, ousou investir em vinho no país da cerveja e, hoje, é o maior clube de assinatura de vinhos do mundo e líder no ranking de importação do Brasil. A Wine está presente também no México, com o clube “Vino como quieras”. Além do Clube Wine, do e-commerce www.wine.com.br e do app Wine Vinhos, disponível para download na AppStore e Google Play, a empresa possui atualmente 17 lojas físicas no Brasil: quatro unidades na capital paulista, duas no Rio de Janeiro e outras 11 em Ribeirão Preto, Barueri (Alphaville), Campinas, Natal, Fortaleza, Goiânia, Recife, Belo Horizonte, Curitiba, Vitória e Porto Alegre. Com a aquisição da Cantu Importadora, em 2021, a Wine se consolida como um player de peso no canal B2B que engloba off-trade (hipermercados, supermercados, minimercados, hortifrutis e mercearias) e on-trade (bares, restaurantes, casas noturnas, clubes e hotéis) e segue no caminho da omnicanalidade.


Foto: divulgação

Comments


bottom of page