top of page
  • Foto do escritorCris Jardim

Vista dos Plátanos, a nova linha de vinhos da Foppa & Ambrosi

A coleção de seis tintos com edição limitada é uma criação do jovem enólogo Ricardo Ambrosi, inspirado em sua própria trajetória e na evolução do vinho brasileiro

São super vinhos autorais. São seis tintos, todos da Safra 2019. A maioria das variedades não são tradicionais – Merlot, Teroldego, Primitivo, Tempranillo, Sangiovese e um blend de Merlot, Tannat e Malbec. E a linha foi batizada pelo enólogo Ricardo Ambrosi com o nome de Vista dos Plátanos. A inspiração veio do início de sua trajetória como consultor enológico na Vinícola Plátanos, além da vista que ele tem da janela da casa de pedra histórica onde a Tenuta Foppa & Ambrosi está instalada desde 2020. A imagem faz parte das suas memórias e está retratada no rótulo dos vinhos que expressam todo conhecimento e paixão pela vitivinicultura, simbolizando a história e evolução do vinho brasileiro. Agora, o sócio, enólogo Lucas Foppa, tem o desafio de colocar a coleção na mesa dos brasileiros.

Ambrosi garante que os vinhos são um convite para viver uma experiência única capaz de explorar o terroir do Rio Grande do Sul. “A linha traz engarrafado o resultado de experimentos cuidadosamente pensados para expressar o máximo da Enologia de forma refinada”, destaca. Os seis vinhos foram amadurecidos em barris de carvalho francês e americano, dependendo a casta, de 500 litros, o que permite uma área menor de contato do vinho com a madeira. Assim, expressam elegância, carregando aromas terciários de uma evolução com grande potencial para guarda. Estes microlotes – de 630 a 1.280 garrafas - são os rótulos mais antigos no portfólio da Tenuta Foppa & Ambrosi. Eles expressam de forma evidente as características varietais de cada uva, trazendo a madeira de forma integrada.

A novidade foi lançada nas feiras Wine South America, em Bento Gonçalves, e Pro Wine, em São Paulo, e agora começa a chegar em bares, restaurantes e lojas especializadas em diversas partes do país.

OS VINHOS


Vista dos Plátanos Tempranillo 2019 (1.020 garrafas)

Elaborado com uvas cultivadas em Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste, este vinho permaneceu durante 18 meses em barris de carvalho francês de primeiro uso. Graduação alcoólica: 13,5%.

Vista dos Plátanos Merlot 2019 (630 garrafas)

Este vinho foi elaborado com uvas cultivadas em Pinheiro Machado, permanecendo durante 18 meses em barris de carvalho francês de primeiro uso. Graduação alcoólica: 13,5%.

Vista dos Plátanos Sangiovese 2019 (1.218 garrafas)

Elaborado com uvas cultivadas em vinhedos de Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste, este vinho passou por barris de carvalho americano, onde permaneceu por 18 meses. Graduação alcoólica: 13,5%.

Vista dos Plátanos Primitivo 2019 (983 garrafas)

Da Serra do Sudeste, as uvas cultivadas em Encruzilhada do Sul deram origem a este vinho com 13,5% de graduação alcoólica. A maturação se deu em barris de carvalho francês de primeiro uso durante 18 meses.

Vista dos Plátanos Teroldego 2019 (1.000 garrafas)

Este vinho é resultado do processo de vinificação de uvas cultivadas em Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste. Maturou por 18 meses em barris de carvalho francês de primeiro uso. Graduação alcoólica: 13,5%.

Vista dos Plátanos Blend (Merlot, Tannat e Malbec) 2019 (1.280 garrafas)

Este corte é elaborado a partir de vinhos feitos com as uvas Merlot, Tannat e Malbec, todas cultivadas em Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste. Também passou por barris de carvalho francês de primeiro uso por 18 meses. Graduação alcoólica: percentual não revelado.


A VINÍCOLA


Em apenas seis anos, a Tenuta Foppa & Ambrosi saiu do porão de casa e saltou de 300 para 80 mil garrafas, com matriz em Garibaldi (RS), filial na Califórnia (EUA) e distribuição própria em São Paulo. Com um conceito de descentralização de terroir, a vinícola compra toda uva usada nos seus vinhos de viticultores gaúchos instalados em cidades da Serra Gaúcha, Serra do Sudeste e Campanha Gaúcha, com destaque para Bento Gonçalves, Garibaldi, Guaporé, Monte Belo do Sul, Pinheiro Machado, Pinto Bandeira e Quaraí. Hoje, a empresa mantém parcerias colaborativas para o maquinário que viabilizam todo processo.

Quem visita a Foppa & Ambrosi encontra um ambiente propício à cultura do vinho, com visitação e espaço para degustações e experiências enogastronômicas, podendo agendar almoços e jantares assinados pelo chef e sommelier mineiro Luan Damiani. A proposta é valorizar a brasilidade nos seus aromas e sabores. Vinhos e espumantes é o que não faltam para tornar cada vivência memorável. São cinco espumantes, 19 vinhos tintos, seis brancos e um rosé, todos em pequenos lotes. O maior – Insólito Corte 5 - tem apenas 5.440 garrafas.

Fotos: Divulgação Foppa & Ambrosi

Comments


bottom of page