• Cris Jardim

Vinícola Serra das Galés promove degustação de vinhos do Cerrado em Brasília

Degustação da linha de vinhos finos Muralha, produzida pela Serra das Galés no cerrado goiano em Paraúna

No próximo dia 11 de abril, será realizado aqui em Brasília a apresentação e degustação dos vinhos finos da linha Muralha produzidos pela vinícola Goiana Serra das Galés em Paraúna, a 360km da cidade. Seis vinhos vão ser degustados por especialistas, jornalistas e enófilos. O evento acontecerá no Salão de Festas do Restaurante Dom Francisco – Asbac e será restrito a convidados.

Dr. Sebastião Ferro, dono da vinícola Serra das Galés

Como anfitriões do evento, estarão o Dr. Sebastião Ferro, proprietário da vinícola, Teresa Duarte, diretora comercial, e o tetracampeão Bebeto, “embaixador” da linha Muralha.

“Do cerrado goiano para o mundo” é o lema da Serra das Galés, que também é produtora de suco de uva e vinho de mesa e cuja história teve início em 2004, quando movido pela paixão e pelo empreendedorismo, o médico Sebastião Ferro de Moraes fez uma incursão pela Serra Gaúcha para conhecer com profundidade o processo de fabricação de vinhos. Em junho de 2007 a vinícola foi oficialmente inaugurada.


Atualmente, a propriedade tem mais de 40 hectares de uva plantada e produz mais de 300 toneladas de uva por ano, destinadas à produção do suco de uva e vinhos.

Vinhos Finos


Os vinhos finos da Serra das Galés começaram a ser fabricados apenas em 2016, quando surgiu a linha Muralha – a mesma que será degustada no evento do dia 11 de abril. Ao todo são seis vinhos: os blends Syrah e Touriga Nacional; Syrah e Tempranillo; Red Blend e os varietais Castelão, Touriga Nacional e Syrah. Importante ressaltar que, apesar de recém-lançado, o Muralha Red Blend ((Cabernet Sauvignon, Malbec, Tempranillo e Syrah) ficou entre os três melhores vinhos no concurso às cegas promovido, em Brasília, durante a XVI Vinum Brasilis, em novembro do ano passado.


Todos os vinhos da Serra das Galés estão disponíveis para a compra no site da vinícola. Aqui em Brasília, os produtos podem ser encontrados no restaurante Dom Francisco, na D.O.C. vinhos. (107 Norte), entre outros. O preço para o consumidor final varia entre R$150 e R$300.


Dupla Poda


O amor pela uva e por sua terra natal, Paraúna – GO, fez com que o médico Sebastião Ferro iniciasse o que hoje pode-se chamar de o novo Terroir do Cerrado. “Foi exatamente de um sonho que nasceu a vontade de plantar uva e criar uma indústria de fabricação de vinhos, contrariando muitos prognósticos de que a atividade não daria certo em solo goiano”, explica Dr. Sebastião Ferro. Para ajudar na empreitada, ele conta com o enólogo gaúcho Valdeir Cristófoli, que adota o sistema de dupla poda ou poda invertida para o vinho ganhar qualidade.


Essa técnica tem sido adotada por muitos vinhateiros de São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal e Goiás e consiste em inverter o ciclo da videira para que a colheita aconteça num período mais propício, ou seja, durante a seca do inverno e após período de maturação adequado das uvas.


Serviço

Apresentação da linha de vinhos finos Muralha produzido pela vinícola Serra das Galés

Local: Salão de Festas do restaurante Dom Francisco (Asbac – SCES Trecho 02)

Data: 11/04/2022

Horário: 16h às 21h


Fotos: divulgação