• Cris Jardim

“Os B’s da Itália”

Ei, Turma! Já ouviram falar da expressão “os B’s da Itália” pode parecer um pouco incomum. Afinal, o que seriam esses tantos B’s que a Itália tem?

“Os Bs da Itália” é como são chamados os cinco principais e mais importantes vinhos produzidos no país, todos com nomes que começam com a letra B: Barolo, Barbaresco, Barbera, Brunello e Bolgheri.


De Piemonte: o Barolo, o Barbaresco e o Barbera. Para se ter uma ideia da tradição da região, os vinhos produzidos no Piemonte são tão importantes e conhecidos como os da Borgonha. O nome do Piemonte significa, literalmente, “aos pés da montanha”. Os dois principais vinhos piemonteses, o Barolo e o Barbaresco, são produzidos a partir da uva Nebbiolo que, junto com a Sangiovese e a Barbera, formam o trio das mais importantes castas italianas.


Montalcino, na Toscana é considerada o berço do Brunello. Um dos vinhos mais famosos do mundo. Os Brunellos são feitos a partir de um clone da Sangiovese, uma das mais tradicionais castas italianas, a Sangiovese Grosso.


Bolgheri, considerado o supertoscano. A bebida tem um toque francês, mas é totalmente produzida na Itália. O vinho ganhou tanto valor que começou a ser vendido à um preço mais alto que os DOCs e DOCGs da Toscana, fazendo parte do grupo de vinhos que passaram a ser chamados Supertoscanos.


👉* Fonte na íntegra*: https://blog.grandcru.com.br/barolo-barbaresco-barbera-brunello-bs-italia/