• Cris Jardim

17 de abril é o Dia Mundial da Malbec

Escolha o vinho que mais te representa e celebre a data


No dia 17 de abril, o mundo comemora o Dia da Malbec. A data surgiu com o objetivo de desenvolver a indústria vinícola da Argentina. Aos poucos, o país vizinho despontou como grande produtor de vinhos desta uva. Apesar de francesa, a Malbec é a variedade que dá os melhores resultados na Argentina.

Origem do Malbec Graças a Argentina, a Malbec é uma estrela, mas a origem dessa uva é europeia. Em Cahors, a pouco mais de 100 quilômetros da cidade de Toulouse, sudoeste da França, desde os tempos do Império Romano eram elaborados vinhos tintos chamados "de Cahors" com a casta Cot. No século XVIII essa mesma uva foi levada para a região francesa de Bordeaux, onde era cultivada para dar corpo e cor aos tintos mais delicados feitos por ali. Já naquela época ela recebia nomes como Malbeck, Pressac, Noir de Pressac, ou ainda, Auxerrois. Depois do estrago da filoxera (uma praga que ataca os pés das videiras) na Europa, em meados do século XIX, sobrou pouca Cot na França. Alguns anos antes disso acontecer, o agrônomo francês Michel Aimé Pouget tinha levado para a Argentina algumas mudas de videiras, pois havia sido contratado para impulsionar a Quinta Agronômica de Mendoza. A ideia era aumentar a variedade de cepas para elevar a qualidade da indústria vinícola argentina pelas mãos dos imigrantes italianos e franceses. A Malbec estava entre as apostas futuras. Deu tão certo por lá que, atualmente, a Argentina é o principal produtor de Malbec do mundo. Gostou da história? Quer celebrar a data? Abaixo, uma seleção de vinhos para você brindar o #MalbecDay. Trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora, três Malbecs com bons preços para comemorar a data: o Benjamin Nieto Senetiner Malbec, apresenta aromas de frutas escuras em compota; leve e fácil de beber; o Emilia Nieto Senetiner Malbec, possui aroma de ameixa madura, geleia de frutas vermelhas e notas de especiarias. Em boca é seco, com acidez elegante, taninos macios e final longo e o Fran Malbec, frutas vermelhas e ameixa são os aromas dominantes, juntamente com o toque sutil de baunilha. Possui bom corpo e ótimo equilíbrio. Estes três rótulos você encontra em supermercados, empórios e lojas especializadas.

No restaurante e wine bar Ticiana Werner (201 Sul), a seleção está pra lá de especial. São quatro rótulos pra você tomar no restaurante ou levar pra casa. Anote: para os mais ousados, a sugestão é o La Violeta (R$ 990,00). Tem também, o Linda Flor (R$ 365,00), o Marcelo Pelleriti Reserva, que sai por R$ 175 e o Malacara Malbec, por R$ 96,00, pra ninguém ficar sem celebrar a data. Outra dica interessante de um Malbec clássico é o Domaine Bousquet, um vinho orgânico e bem acessível. Agora, como a uva embora seja a mesma, muda de acordo com cada terroir onde é plantada, a indicação vai para o Bad Brothers, um vinho que vale conhecer. Ele é de videiras cultivadas a 1.700 metros de altitude na região de Cafayate, Vale Calchaquíes em solo arenoso e rochoso. As uvas são colhidas manualmente, desengaçadas e fermentadas em tanques de inox com leveduras selecionadas. O mosto tem uma pré-fermentação fria de 7 dias a 10° e, em seguida, extraído com técnica de delestage, com maceração prolongada total de 25 dias. Esses você pode comprar na Rota do Vinho, na 410 Sul, onde dá pra garimpar bons rótulos desta uva a partir de R$ 59,00. E você, já sabe com qual deles vai celebrar a data?

Rota do Vinho

Telefone: (61) 3526 6168

WhatsApp: (61) 99166 0057

Horário de funcionamento:

Loja: de segunda a sábado, das 11h às 20h

Wine bar: de terça a sábado, das 12h às 21h

Endereço: CLS 410, Bloco C, Loja 34 – Asa Sul

Ticiana Werner Restaurante e Wine Bar

Telefone: 61 3226 9947

Endereço: CLS 201 bloco C loja 11 – Asa Sul Instagram: @ticianawerner Site: www.ticianawerner.com.br

Pedidos em: https://ticianawerner.accon.app/ e Ifood

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 11h30 às 21h


Texto e fotos: divilgação